piso antiderrapante

Piso antiderrapante: qual material vale mais a pena

Você sabia que um piso antiderrapante pode evitar acidentes e ainda agregar valor ao seu estabelecimento?

Quando o objetivo é garantir a segurança dos seus clientes e a boa reputação do seu negócio, investir na melhor opção sempre vale a pena.  Neste quesito, um piso antiderrapante é essencial – especialmente para áreas externas, como parquinhos infantis, playgrounds ou áreas próximas a piscinas.

Porém, nem todo piso com esta propriedade pode oferecer o devido amortecimento no caso de uma queda, por exemplo. Daí a importância de se avaliar bem qual material é mais adequado para o seu ambiente.

Neste post, você vai descobrir quais são as muitas vantagens de um piso antiderrapante emborrachado e por que apostar neste tipo de material fará total diferença nas suas áreas recreativas.

Se tiver qualquer dúvida ou sugestão, deixe o seu comentário no final da página.

Boa leitura!

Piso antiderrapante: quais os tipos?

Atualmente, o mercado oferece uma imensa variedade de pisos antiderrapantes. E não é por acaso. Essa característica é essencial para garantir mais tranquilidade e segurança nas áreas externas. Já que evita quedas mesmo quando o piso está úmido.

Ao pesquisar, você pode encontrar facilmente várias opções, como:

  • Pisos Cimentícios: Encontrado em formato de placas de cimento ou com o aspecto de cimento queimado. A sua textura deve ser áspera.
  • Pisos em Ladrilho Hidráulico: Seu acabamento sem polimento, mesmo em contato com água, não fica escorregadio. É também muito usado como antiderrapante.
  • Pisos Cerâmicos: Muito utilizado em banheiros, possui algumas ranhuras que os deixam mais áspero mesmo quando está molhado.
  • Pisos em Madeira: Pode ser usado em forma de deck e precisa receber um tratamento para ficar resistente às intempéries do tempo. Se escolhido, deve-se evitar madeiras com acabamento muito liso.  
  • Pisos Fulget: É uma mistura de pedras naturais trituradas em pedacinhos menores com outros aditivos. O que dá uma textura áspera ao revestimento; o resultado é similar a um piso de pedra.
  • Porcelanato: embora o nome nos traga à mente aquele piso com brilho e polido, existe um outro tipo, o acetinado, com textura mais áspera. Funciona bem para áreas úmidas, por não ser escorregadio.

Embora cada um deles tenha vantagens e desvantagens próprias de cada material, todos apresentam um benefício em comum. Evitar acidentes em ambientes escorregadios ou com risco de quedas.

Entretanto, o que estes tipos de piso não oferecem é o amortecimento de impacto para as articulações em caso de queda – o que faz deles, portanto, materiais pouco indicados para quem precisa de um piso antiderrapante para uma área de recreação da escola ou creche, por exemplo.

Veja na tabela abaixo a altura de queda já considerada crítica para cada material:

MaterialAltura crítica
Concreto0,6m
Superfície Natural1m
Grama1m
Grama sintética0,6m
Areia2m p/ 30cm
Piso plástico0,6m
Piso de borrachaAté 3m

Em um parquinho, sabemos que as crianças sobem e descem dos brinquedos constantemente e, naturalmente, estão sujeitas a quedas durante toda a brincadeira.

Portanto, quando falamos em playgrounds, a opção mais adequada de todos os pisos antiderrapantes é o piso de borracha: um material completo, ecológico, de fácil manutenção e, principalmente, capaz de evitar acidentes mais sérios.

Veja mais detalhes sobre a aplicabilidade deste tipo de piso e como ele pode melhorar o seu espaço.

Vantagens do piso emborrachado

Os pisos confeccionados em borracha oferecem diversas vantagens em relação a outros. Exemplo: alta absorção do impacto e do som e facilidade de manutenção e limpeza.

Ao imaginar um piso emborrachado, é provável que o primeiro que se lembre seja parecido com o mais conhecido: o pastilhado. Ou piso moeda. Ele é usado geralmente na indústria, em lojas, metrô, shopping centers, etc.

Uma alternativa interessante e mais moderna de piso emborrachado são as superfícies de borracha: tratam-se de resistentes placas de amortecimento coloridas e personalizáveis que garantem a segurança e a tranquilidade dos usuários.

Ou seja, além de trazerem um sistema de amortecimento bem melhor, também oferecem um visual atrativo em relação aos pisos emborrachados comuns.

Leia também: Emborrachados para piso: 7 fatos que você não sabia

Além disso, este tipo de piso também apresenta o diferencial de ser ecologicamente correto. Ele utiliza em sua composição borracha proveniente da reciclagem de pneus, reduzindo o impacto ambiental.

Outro ponto favorável está na manutenção destas placas emborrachadas. Sua limpeza é descomplicada (diferente de outros materiais como areia), e seu uso é muito variado. Indicado para playgrounds, academias, áreas de caminhada, piscinas, terraços, e até em hípicas e espaços de criação de gado confinado.

Outros benefícios das superfícies emborrachadas que você precisa conhecer:

  • Baixa flamabilidade (material com baixa velocidade de propagação do fogo)
  • Fácil troca ou aumento da área coberta pelo piso
  • Alta durabilidade
  • Garantia de segurança e conformidade com as normas da ABNT

Segurança em primeiro lugar

Viu como as superfícies de borracha são um excelente investimento para ambientes dedicados à recreação das crianças? Seu potencial de amortecimento é muito superior aos demais materiais e, assim, previne acidentes.

Outro ponto essencial para garantir a segurança dos pequenos enquanto brincam é planejar o espaço entre os brinquedos. A ABNT estabelece especificações que determinam a altura do brinquedo, a área livre de segurança e o chamado “espaço de queda”.

Essas definições são essenciais para que a empresa de pisos escolhida possa indicar os melhores modelos para a sua necessidade. E para que possa determinar a área correta para instalação. A seguir, listamos algumas dessas exigências:

1 – Equipamentos estáticos com altura de queda de até 600mm devem ter área livre de 1,5m. E equipamentos com altura maior que 600mm devem ter área livre de 2,5m.

2 – Os equipamentos podem estar faceados a paredes, desde que não haja atividades nesta face, como escorregadores, escaladores, etc.

3 – Área livre entre um balanço e outro: 1,5m da ponta do assento do balanço até a estrutura de sustentação do outro balanço.

4 – Área livre entre um equipamento e a lateral de um balanço: 2,5m do fim do equipamento estático e o começo do assento do balanço.

5 – Área livre na frente e atrás do balanço: a distância horizontal entre o balanço em posição de repouso e o balanço a 60 graus mais 1,75m (quando a superfície de absorção colocada for sintética). Ou mais 2,25m quando a superfície de absorção colocada for material não compactado (ex. areia).

balanco

6 – Área livre para escorregadores: mínimo de 1m para as laterais do escorregador e em torno de 2m na seção de saída.

escorregador

Conclusão

Embora existam no mercado vários tipos de piso antiderrapante, nem sempre o material  é o que você precisa para ter um ambiente de fato seguro, moderno e prático de manter.

O custo do piso emborrachado para área externa pode até parecer, a princípio, alto demais; mas como apontamos, geram uma economia comprovada a longo prazo.

Por isso, não hesite em investir no melhor para a sua área externa. Além de prevenir acidentes, você ainda mostra que se preocupa com as normas de segurança e com o bem-estar dos seus clientes.

Tem alguma sugestão sobre piso antiderrapante para área externa? Deixe o seu comentário a seguir!

resumo pisos de borracha

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente