piso de borracha reciclada

Piso de borracha reciclada: veja como é feita sua produção

O piso de borracha reciclada é um item que garante mais segurança aos playgrounds, reduzindo impacto e evitando acidentes graves. Também acompanha a tendência sustentável de reutilizar produtos que seriam descartados, gerando um impacto positivo ao meio ambiente.

Seu processo de fabricação é complexo e envolve muito conhecimento técnico. Veja neste texto como eles são produzidos e saiba como podem trazer benefícios ao seu espaço.

 

Borracha de pneus

A borracha utilizada nos pisos Barcelona é proveniente de pneus velhos, que passam pela recauchutagem. Este processo aproveita a estrutura do pneu gasto e incorpora uma banda nova de borracha. Isto é uma forma mais barata e ecológica do que a compra de pneus novos.

Antes que a banda nova seja colocada, o pneu velho passa por um processo de raspagem para preparar a superfície e garantir a durabilidade da “vulcanização”.

Desta raspagem são gerados fragmentos de diferentes gramaturas, que posteriormente passam por um processo de beneficiamento, onde são retirados materiais têxteis e aço. Depois, são separados em diferentes espessuras e comprimentos, onde uma dessas gramaturas da raspa é utilizada na fabricação dos pisos Barcelona.

Os pisos Barcelona utilizam borracha majoritariamente de recauchutadoras de pneus de trator e caminhão, que costumam ser de melhor qualidade e ter maior quantidade de borracha natural em sua composição.

Outros tipos de piso são feitos com grânulos de borracha ao invés da raspa. Eles são provenientes da trituração total do pneu, outro processo de reciclagem. As grandes diferenças entre a raspa e o grânulo são:

 

  • a raspa costuma ser mais cara, por ser mais difícil de ser adquirida, mas ela se entrelaça e linca melhor, aumentando a resistência à abrasão;
  • a raspa deixa a superfície menos áspera, não agredindo a pele em caso de quedas;
  • os grânulos, por sua vez, permitem a passagem de água entre as partículas, garantindo a permeabilidade total da placa;
  • a raspa só permite permeabilidade na conexão entre as placas.

A borracha de pneu é incorretamente conhecido no mercado como SBR. Isso porque a SBR (borracha de butadieno estireno) é somente uma das matérias-primas que compõem o pneu, por mais que seja a principal borracha da composição.

A borracha “SBR” é a mais utilizada para este tipo de piso por ser um material maleável que possui vantagens únicas como:

 

  • resistência à intempérie, ou seja, aguenta a exposição às condições climáticas;
  • ter como característica natural a dilatação e a contração, conforme condições climáticas.
  • alta capacidade de amortecimento de impacto e a durabilidade desta propriedade, característica principal e essencial dos pisos de segurança.

Contrapartidas

Muitas polêmicas existem referente aos possíveis efeitos danosos da borracha de pneu, principalmente nos Estados Unidos, onde o material é utilizado há muito tempo. Diversos estudos foram feitos sobre o assunto, mas nenhum deles comprovou este fato.

Uma das especulações é a de que pneus em contato com o solo causam a lixiviação – processo erosivo ocasionado pela lavagem da camada superficial do terreno -. Em tese, a água “lava” os solos, carregando para o lençol freático os resíduos disponíveis nele, favorecendo seu empobrecimento e muitas vezes diminuindo em elevado grau a sua fertilidade ao longo do tempo.

Contudo, estudos concluíram que este material era aceitável como preenchimento e que a lixiviação não excedia os limites aplicáveis para pureza da água. De qualquer forma não é indicado que este material seja usado a um nível inferior ao aqüífero.

Outra particularidade ao uso da borracha de pneu nos pisos de segurança é que estes não estão simplesmente soltos em contato com a pele ou solo. Eles estão revestidos de resina, o que evita este contato direto.

 

Um futuro melhor

O tempo de vida útil de um pneu depende de muitos fatores. Dentre os principais estão as condições de utilização a que é sujeito, como:

 

  • carga;
  • velocidade;
  • pressão de enchimento;
  • danos provocados pelo pavimento;
  • outros.

Como estas condições variam significativamente, não é possível prever com precisão a vida útil de um pneu, mas sabemos que o tempo de decomposição do pneu usado pode chegar a 600 anos.

O descarte inadequado também pode trazer conseqüências graves ao meio ambiente, como:

 

  • entupimento de cursos d’água, obstruindo a passagem e provocando enchentes;
  • se queimados geram emissão de gases prejudiciais;
  • se acumular água pode se transformar em criadouros de insetos, dentre eles o mosquito transmissor da dengue e zica.

Com relação aos números, é difícil dizer com precisão quantos pneus são retirados por metro quadrado de piso de borracha reciclada, pois existem vários modelos de piso e diversos tipos de pneus. Por exemplo, pneus de carros variam entre 5,5kg e 7kg e pneus de caminhões variam entre 55kg e 80kg.

Entretanto, sabemos que o mercado de pisos de borracha é um dos grandes contribuintes para esta destinação e o mercado brasileiro já utiliza milhões anualmente.

Quando a Barcelona foi criada, o objetivo era ter um empresa benéfica tanto para os clientes quanto para os funcionários e para o meio ambiente. Isso foi um dos principais motivos de escolhermos o piso de borracha reciclada como produto.

Conheça mais sobre nossos produtos e veja qual a melhor aplicação para o seu espaço: academia, playground ou jardins!

Deixe um comentário!

1 Comentário

    Comente