atividades lúdicas

Como as atividades lúdicas ajudam no desenvolvimento infantil

Descubra a importância de oferecer atividades lúdicas aos seus alunos na Educação Infantil!

Por definição, “Lúdico” é uma palavra adjetiva que significa “relativo a jogo, brinquedo”, ou “que visa mais ao divertimento que a qualquer outro objetivo”.

Portanto, uma atividade lúdica é uma animação que procura desencadear divertimento e prazer àquele que a prática.

Ao longo dos anos, estudos e pesquisas atestaram a importância das atividades lúdicas no desenvolvimento das crianças por proporcionarem condições adequadas ao seu desenvolvimento físico, motor, emocional, cognitivo e social.

Não é por acaso que as instituições que recebem crianças da idade de 0 a 5 anos fazem uso desta ferramenta regularmente.

Neste post, você vai saber como também pode incorporá-la em sua creche ou escola, aliando da melhor forma a diversão ao aprendizado, e trabalhando o desenvolvimento dos seus pequenos alunos adequadamente.

Se tiver dúvidas, comente no final deste post.

Boa leitura!

Introdução – Por que atividades lúdicas são tão importantes?

Os primeiros anos de vida de uma criança são fundamentais na sua formação. Estamos falando de um período em que ela está construindo sua identidade e grande parte de sua estrutura física, socioafetiva e intelectual.

É principalmente nesta fase que se deve adotar estratégias capazes de intervir de maneira positiva no seu desenvolvimento. Seja na área biopsicossocial, ou seja na área de desenvolvimento de diversas competências.

É aí que entra o papel das atividades lúdicas, que podem ser nada mais que uma brincadeira, um jogo ou qualquer outra atividade que permita uma situação de interatividade.

As crianças têm naturalmente atração por fazer aquilo que é coletivo, trabalhar, fazer tarefas e aprender coletivamente. Nesse contexto, o ambiente da creche, por exemplo, é perfeito para se aprender através de pequenos jogos.

Assim, as crianças se expressam, absorvem conhecimentos e criam a própria realidade quando estão praticando alguma atividade lúdica. Esse tipo de atividade faz com que os pequenos também desenvolvam habilidades de forma natural e agradável, o que gera um forte interesse em aprender e garante o prazer.

O mais importante é saber que a criança aprende enquanto brinca. É na brincadeira que elementos indispensáveis são adicionados para o relacionamento com outras pessoas.

Através dos jogos, a criança aprende a explanar suas tristezas e alegrias. E elementos como criatividade, percepção, atenção, habilidade e linguagem são adicionados na formação da criança.

Em resumo, alguns dos principais benefícios das atividades lúdicas que podemos apontar são:

  • Absorção de valores;
  • Desenvolvimento de diversas áreas de conhecimento;
  • Melhoria de habilidades;
  • Socialização.

Tipos de atividades lúdicas

As atividades lúdicas podem ser agregadas como tarefas do dia a dia na educação infantil.

Na verdade, o lúdico é fundamental para todas as idades. A diferença é que a criança, além de se divertir, também desenvolve seu potencial. Entre as atividades lúdicas simples – porém bastante agregadoras – para o desenvolvimento das crianças, podemos apontar:

  • Desenhar
  • Jogos
  • Teatro de fantoches
  • Leituras
  • Softwares educativos
  • Passeios
  • Teatro
  • Cantar

Tendo em mente estas atividades, os educadores podem criar mais brincadeiras específicas de acordo com a idade dos alunos. De maneira que o seu aproveitamento seja ainda mais construtivo. Eis alguns bons exemplos:

  • Atividades para trabalhar o coletivo: as gincanas são excelentes neste sentido! Faça um circuito de atividades no pátio da escola, com brincadeiras como dança da laranja, corrida de saco, corrida com ovo na colher, bala na farinha e corrida de revezamento.
  • Oficinas: que tal usar material reciclável para a construção de carrinhos? Eles podem ser puxados por fios de barbante ou lã e os pequenos adoram produzir seus próprios objetos. Outra boa ideia é a montagem de um quebra-cabeça. Com a distribuição de revistas, as crianças fazem recortes e criam formas a partir deste recorte, com o auxílio de canetas e lápis.
  • Caminho colorido: Encontre um espaço na creche onde se possa forrar papel pardo no chão. Pinte os pezinhos das crianças e peça que elas carimbem o papel pardo em toda extensão.
  • História maluca: à medida que você apresenta objetos às crianças, elas vão contando uma história a cada adição de um novo objeto.
  • Música: O professor coloca músicas no aparelho de som e estimula as crianças a ouvirem os sons presentes na música. Por exemplo: sons dos instrumentos, dos animais, dos elementos da natureza. Caso o professor ou orientador souber tocar algum instrumento musical ou cantar, pode propor que escrevam uma música juntos!

Conclusão

Todas as instituições que atendem crianças de 0 a 5 anos devem promover o seu desenvolvimento integral, ampliando suas experiências e conhecimentos.

As atividades lúdicas, juntamente com um bom intuito dos educadores, são caminhos que contribuem para o bem-estar e o entretenimento das crianças. O que garante uma agradável estadia na creche ou escola.

Além disso, através delas consegue-se analisar toda a parte emocional de uma criança. Fazendo com que os educadores possam ajustar a dinâmica e processo de ensino a ser utilizado.

Por isso, elas devem ser consideradas como parceiras na educação e no desenvolvimento integral, levando-se em conta aspectos cognitivos, afetivos, sociais, físicos e culturais dentro da aprendizagem.

Dessa forma, é estimulado o interesse pela vida social e contribui-se para que a integração e convivência da criança na sociedade sejam produtivas. E marcadas pelos valores de solidariedade, liberdade, cooperação e respeito ao próximo.

Pelo outro lado, as instituições infantis devem ser acolhedoras, atraentes, estimuladoras, de fácil acesso às crianças e ainda oferecer formas de atendimento às famílias, possibilitando a realização de ações sócio-educativas que corroborem todas essas iniciativas e contribuam para a melhoria da comunidade.

Sem dúvida, a experiência dos educadores, irá contribuir para maior alcance de objetivos em seu plano educativo, e tudo isso deve ser pensado em um ambiente adequado e favorável ao desenvolvimento das crianças – ou seja, um local seguro e propício ao aprendizado dos pequenos.

Essas foram algumas dicas que você pode usar para que sua escola ou creche esteja de acordo com o que é esperado pelos pais no quesito desenvolvimento infantil.

Lembre-se sempre que a brincadeira deve andar sempre de mãos dadas com a segurança dos pequenos!

Deixe um comentário!

6 Comentários

  1. Sílvia cristiane Gonçalves AidarUito interesse says:

    Muito interessante o trabalho lúdico,amei a leitura que fiz . parabéns me esclareceu muita dúvida.

  2. Sonia Maria das Neve says:

    Muito obrigada

Comente