área de recreação

Descubra como deixar seu espaço para crianças mais seguro em 13 passos

Criar uma área de recreação para as crianças na escola ou em condomínios é indispensável. Mas não adianta apenas separar um espaço e colocar brinquedos para dizer que você tem um playground.

Isso não vai impressionar em nada os pais e também não garante a segurança e higiene dos pequenos. A segurança deve ser o fator preponderante nos playgrounds infantis. Se a criança está lá se divertindo, você e os pais devem poder ficar tranquilos. Ninguém quer ter problemas ou correr o risco de acidentes.

Por isso, preparei um blog post completo, com 13 passos para deixar seu espaço para crianças muito mais seguro!

Dá só uma olhada!

Espaço para crianças na escola

Muitos estudos comprovam que as práticas esportivas, lúdicas e de recreação aumentam o desempenho nas salas de aula. O equilíbrio entre as atividades físicas e mentais é o segredo para desenvolver o raciocínio lógico e a memória.

Momentos de descontração também auxiliam na canalização da energia.

É importante, então, que durante o dia elas pratiquem esporte, se divirtam com outros colegas e amigos para que as atividades que exigem mais concentração possam ser realizadas com maior êxito.

O papel das escolas não é somente acadêmico. É importante que pensem na formação de indivíduos, na interação social, em ferramentas que auxiliem os alunos a se tornarem pessoas capazes de conviver e se adaptar. Por isso, o espaço para crianças deve ser estrategicamente planejado e implementado sempre que possível.

Espaço para crianças nos condomínios

Diversão é uma palavra muito presente na infância e adolescência. O espaço para crianças faz toda a diferença e garante que ao chegarem em casa, elas tenham um local para se reunir com amigos e vizinhos. Seja para mais um jogo de futebol, banho de piscina ou brincadeiras no playground.

Mas muito se fala da diferença entre as gerações, não é mesmo? Afinal de contas o comum era brincar nas ruas. Infelizmente hoje com a falta de segurança e os tão atrativos eletrônicos, fica cada vez mais difícil tirar as crianças de casa. De qualquer forma é essencial que elas diversifiquem suas atividades.

Então é interessante que exista um espaço para crianças em que elas possam interagir, quebrar o tédio e o sedentarismo.

Para isso, os condomínios devem investir em:

  • playgrounds;
  • espaço para crianças/ brinquedotecas;
  • quadras poliesportivas;
  • piscinas;
  • outras maneiras de proporcionar ambientes favoráveis às famílias.

Segurança do espaço para crianças

Para que as crianças possam realizar essas atividades, também é preciso que exista segurança. Ela garante que os momentos de diversão não se transformem em acidentes.

Existe uma série de medidas que trazem maior segurança ao espaço para crianças. Você pode implementá-las e aumentar aconfiança dos pais na hora de escolher a melhor escola para seus filhos.

Orientar o uso do espaço com horários determinados e regras para eliminar o risco de situações indesejadas pode ser muito eficaz. Também é interessante planejar o local onde irá se localizar o espaço para crianças. Evitar fluxo de carros e materiais perigosos próximo pode evitar algum acidente.

Você sabia que além de tudo isso ainda existe um documento da ABNT que ajuda muito nesta parte de segurança no espaço para crianças? Sim! A norma NBR 16701 traz especificações inclusive sobre o piso destas áreas. Você pode ficar por dentro acessando esse outro conteúdo.(link para norma ABNT)

O piso, um dos temas abordados, é fundamental para conferir segurança às crianças. O ideal para este tipo de situação é o piso de borracha, pois conta com diversos benefícios, como:

  • absorve impacto de quedas;
  • excelente aspecto estético/visual;
  • mais higiênico;
  • pode ser sustentável/ecológico;
  • baixo custo de manutenção;

O piso de borracha é um item indispensável na hora de planejar o seu espaço para crianças. Sua característica principal de absorver impacto diminui muito os riscos de acidentes sérios, já que as quedas são a principal causa. Esteja atento e proporcione mais tranquilidade aos pais, que ao saberem que o espaço para crianças é seguro, se sentem mais confiantes a matricular os filhos na sua escola ou deixá-los à vontade no condomínio.

Confira a norma da ABNT para segurança em áreas de recreação

Eu vou escrever tudo aqui, mas se você quiser conferir outro material completo depois, acesse a norma NBR 16701, da ABNT.

Nós temos um material com partes dessa norma bem explicada! Baixe agora e deixe salvo em seu computador!

Essa orientação de regras específicas para segurança em área de recreação foi revisada em 2012. É um documento muito legal para se ter em mãos e mostrar até para os fornecedores que você contratar, seja para instalação de pisos ou de brinquedos. Ele contém os requisitos básicos para a montagem de um playground seguro para as crianças.

Crie regras de uso para a área de recreação

Não se limite às normas da ABNT. 

Uma das estratégias mais antigas e bem-sucedidas para garantir a segurança na área de recreação é criar uma lista de regras para as crianças e os pais.

A chave para que a lista funcione e seja obedecida é criar os itens a base de conversas conjuntas com os pais das crianças. Você não precisa impor as condições.

Cada responsável pode agregar opiniões interessantes à sua vivência enquanto síndica ou coordenadora da escola. Para começar, há algumas regras padrão, que se repetem em muitos lugares e funcionam muito bem:

  • Limitar o número de crianças;
  • Identifique a faixa etária permitida;
  • Listar brincadeiras inapropriadas para o espaço;
  • Proibir a entrada de objetos cortantes ou visto como perigosos à estrutura do parquinho e à segurança dos pequenos;
  • Não levar comida para o playground;
  • Determinar um horário de utilização;
  • Calçados e camisetas devem ser utilizados o tempo todo e oriente que capuz e cachecol sejam retirados antes de utilizarem a área.

Então, proponha sua lista e faça reuniões ou assembleias para debater com os pais. Com certeza, o resultado será um documento que, de fato, irá trazer mais segurança e tranquilidade a todos.

Horário de utilização da área de recreação

Dentre todas essas regras que citei acima, o horário de uso da área de recreação costuma ser um dos mais complicados. Não há dúvida sobre o quanto é importante. Muitas pessoas têm uma rotina cansativa de trabalho e querem aproveitar seu descanso em casa sem serem perturbadas.

Da mesma forma nas escolas a gritaria nunca é bem-vinda, apesar de ser comum quando as crianças estão mais animadas! Portanto, é essencial apontar os horários de uso da área de recreação.

A disciplina faz parte do processo de amadurecimento das crianças e fazê-las entender que existe “hora para tudo” é muito importante. É claro que nessa idade elas tendem a querer brincar durante todo o dia, afinal de contas, energia não falta. Mas, explicando com cuidado, elas entendem e começam a se acostumar.

Localização

Muitas pessoas não dão a devida importância à localização da área de recreação. Mas deveriam.

É interessante prestar atenção pelo menos nesses pontos a seguir:

  • Local deve ser arejado, com boa circulação de ar;
  • Distante de jardins e estruturas de concreto;
  • Distante da rua;
  • Longe do estacionamento ou do fluxo de carros;
  • Distante de piscinas;
  • Longe de janelas;
  • Distante de áreas de grande fluxo de pessoas;
  • Distante de tomadas.

O ideal é manter a área de recreação isolada e cercada, a fim de garantir o máximo de segurança às crianças.

Isso não quer dizer colocá-la em um canto distante da escola ou do condomínio. Até porque é importante que o local seja de fácil acesso, caso algo aconteça, e para que as pessoas possam ver o que está acontecendo.

O ponto é: não escolha de qualquer jeito, ok? Veja com atenção e planeje bem a localização da área de recreação.

Instale um piso adequado para a área de recreação

Com certeza um dos fatores mais importantes na hora de deixar sua área de recreação mais segura, é no momento em que você determina o piso que será usado.

Quedas são a principal causa de lesão em crianças. Sob qualquer equipamento, deve haver superfícies de amenização de impacto que atendam as normas de seguranças vigentes.

Concreto, areia e materiais rígidos, na maioria das vezes, não oferecem proteção às crianças em caso de quedas e escorregões. Além disso, esses materiais também não são muito higiênicos, principalmente a areia. Animais podem acessar o local e até mesmo crianças e adultos podem contaminar o lugar.

O ideal para minimizar possíveis acidentes é o piso de borracha, figurado inclusive nas normas da ABNT.

Com fácil manutenção e segurança garantida, o piso de borracha deve ser um item indispensável na hora de criar uma área de recreação. Eles podem ser instalados em áreas inclinadas, resistem bem a área externa, são fáceis de limpar e contam com sistema de drenagem que impede a formação de poças d’água e colônias de microorganismos em seu interior.

Mantenha distância de redes elétricas

Você está cansada de saber que as crianças gostam de botar a mão em tudo, não é verdade? Alguns casos, como dedos na tomada podem ocasionar choques e muita dor. Além do sofrimento da criança, você pode sofrer com problemas na justiça, caso os pais se sintam lesados pela instituição.

Para isso, mantenha a área de recreação distante de fios elétricos e interruptores de energia.

Brinquedo adequado

Os equipamentos devem atender às normas de segurança e fabricação vigente. Uma questão a ser considerada é que, segundo a norma, o escorregador não pode ser de madeira, nem mesmo tratada. Acidentes com farpas de madeira também são muito comuns.

As soluções são duas: não instalar brinquedos de madeira ou ser muito cuidadoso na sua manutenção. No primeiro caso, pode valer muito a pena investir em brinquedos de plástico resistentes. Há também a opção por equipamentos de ferro com módulos de plástico para não machucar as crianças.

É  necessário cuidar para que não haja acúmulo de água, para evitar a degradação e criação de micro-organismos e proliferação de insetos.

Se quiser utilizar areia, use a atóxica

O ideal é que o piso da área de recreação seja de borracha. Entretanto podem existir as famosas “caixinhas de areia”.

Nesse caso, a utilização de areia atóxica traz mais segurança. Ela não possui componentes químicos prejudiciais à saúde dos pequenos. Mas lembre-se que é normal também que as crianças saiam muito sujas, dando muito trabalho para você e para os pais. Além disso a areia é muito sujeita à contaminação por diferentes fatores.

As orientações de saúde também devem ser seguidas. O ideal é que a troca da areia ocorra anualmente, a higienização a cadas seis meses, a camada superficial deve ser retirada diariamente e a caixa coberta em horários que não estiverem sendo utilizada.

Como nessa fase as crianças colocam muitos objetos na boca, não seria surpresa se isso também acontecesse com a areia, certo? Então reforço que a utilização da areia não é o ideal.

Faça manutenção e inspeções frequentes

Além de todas as medidas sugeridas, a manutenção também deve ser feita para manter os padrões de segurança e usabilidade da área de recreação.  Inspeção e manutenção dos equipamentos de playground devem ser frequentes, seguem algumas diretrizes:

  • A inspeção dos brinquedos deve ser realizada se possível diariamente: verificar se existe algum parafuso solto, farpas,  presença de ferrugem, tinta solta, módulos desencaixados, entre outros.
  • Caso sejam identificados defeitos que coloquem em risco a segurança dos usuários e eles não possam ser corrigidos com rapidez, a orientação é a de manter o equipamento fora de uso e interditado até que seja feito o reparo ou substituição.

Elimine qualquer obstáculo que possa causar tropeçamento. Verifique as raízes das árvores, sinalize ou coloque proteção ao redor. Cheque também itens de decoração e ferramentas de jardim, procure guardá-las em local apropriado.

Se você usa herbicida ou pesticida leia as instruções com cuidado. Sempre mantenha os materiais perigosos travados e longe do alcance. Mantenha o local limpo e organizado. Evite o acúmulo de entulhos e verifique se aparecerá plantas venenosas ou animais peçonhentos. Caso ocorra o surgimento, dedetize o local e inspecione-o regularmente.

Se você estiver de olho naquilo que está acontecendo, poderá antever situações e evitá-las. Muitas vezes um problema pequeno gera um muito maior.

Invista em bons fornecedores

Alguns fornecedores de brinquedos e pisos podem realizar a manutenção de seus produtos. Aliás, bons fornecedores DEVEM fazer isso! Portanto, comprar seu produto com as pessoas certas pode fazer toda a diferença.

Os pisos de borracha, por exemplo, tendem a se contrair ou perder coloração.

Se você contar com um bom fornecedor, duas coisas serão diferentes:

  • Primeiro: o piso vai demorar a dar problema, porque é de qualidade.
  • Segundo: quando você precisar de alguma manutenção eles irão te ajudar durante todo o processo.

Para evitar problemas com acidentes e outras dores de cabeça, o melhor é se planejar bem antes de montar sua área de recreação. Profissionais e fornecedores qualificados podem lhe auxiliar neste sentido.

E lembre-se, a segurança das crianças vem sempre em primeiro lugar! Com dedicação e carinho sua área de recreação vai ficar muito divertida e segura. Mas, com certeza, isso é tarefa fácil para quem ama seus filhos, alunos e crianças.

Se quiser ver mais dicas sobre o assunto, continue acessando o nosso blog! Preparei muitas outras dicas de segurança para playground e outros materiais que acho que podem ajudar muito você!

Se tiver alguma dúvida, não deixe de comentar!

cta ebook barcelona

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente